jusbrasil.com.br
8 de Abril de 2020
    Adicione tópicos

    Rio inaugura maior aquário da América Latina em novembro: 3 mil peixes serão explorados

    O AquaRio, maior aquário da América do Sul, será inaugurado em 9 de novembro na zona portuária do Rio de Janeiro e logo na entrada já apresentará o esqueleto gigantesco de uma baleia corcunda presa no teto.

    A baleia adulta, de 13 metros e 37 toneladas, ficou presa na praia da Macumba, em junho de 2014, provavelmente depois de ser atropelada por um navio porque foi encontrada sem uma nadadeira, explica à AFP o biólogo marinho Marcelo Szpilman.

    Até agora, a cidade que recebe anualmente cerca de 3 milhões de turistas estrangeiros e mais de 6 milhões de brasileiros não contava com um aquário e infelizmente decidiu investir nessa crueldade.

    o AquaRio irá explorar três mil peixes de 350 espécies diferentes, entre os quais cerca de 40 tubarões como o tubarão gata (Ginglymostoma cirratum), que pode ter 4,3 metros e pesar 400 quilos. Mas o aquário tem capacidade para oito mil peixes. Szpilman enfatizou que 90% dos animais do AquaRio foram capturados na natureza.

    Fonte: O Tempo

    Nota da Redação: É inacreditável que, em uma época na qual cada vez mais pessoas têm se conscientizado sobre os direitos animais, o Rio de Janeiro invista em tamanha crueldade. Aquários mantêm os animais em cativeiro e os usam como entretenimento para gerar maximizar seus lucros. Essas espécies são capturadas na natureza, separadas de suas famílias e obrigadas a enfrentar um sofrimento extremo. Neste ano, o parque marinho SeaWorld, nos Estados Unidos, anunciou o fim de seu programa de reprodução de orcas e o público que visita as instalações tem diminuído cada vez mais. Deveríamos nos inspirar neste exemplo ao invés de perpetuar a exploração animal.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)